História do Santuário

O início da nossa comunidade surgiu no ano de dois mil e cinco, de uma conversa entre família, o Sr. Antonio Carlos Castelhano e Edna Dias Castelhano e seu filho Sandro comentavam sobre a possibilidade de formar uma comunidade no jardim Abaeté e assim foi comentado junto com os vizinhos, Sr. José Moreira e esposa Sra. Rosa de Cássia. Na época o Padre Wilson Roberto da Silva e vários leigos da Paróquia São José Operário participaram de uma excursão para Roma, e lá foram visitar o Santuário da Virgem Santa Filomena, o Padre Wilson Roberto ficou encantado e pensou “ se surgir mais uma comunidade ligada á matriz São José Operário “ será chamada Santa Filomena. Em suas orações e diante do acontecido, pediu que ele tivesse um aviso.

Passaram alguns dias e Sandro, filho do Sr. Antonio Carlos Castelhano e Sra. Edna Dias Castelhano, comentou com o Padre Wilson Roberto, que seus pais estavam querendo iniciar uma comunidade no jardim abaeté, e o que ele achava da idéia. Na hora o Padre Wilson respondeu: “Acho ótimo e vai chamar Santa Filomena”. Nas missas da São José Operário comentava isso, ele ainda grifou, que não esperava que fosse ser tão rápido o aparecimento de outra comunidade em nossa região, mas aconselhou a rezarmos o terço com o pedido, e que se fosse da vontade de Deus que acontecesse da melhor maneira possível, pois para Deus nada é impossível, e sim tudo é possível, e as coisas aconteceram naturalmente. Foram feitas várias pesquisas para saber a vida e a santidade da virgem e mártir Santa Filomena , vários terços foram rezados até que foi marcado a data para a primeira reunião com o Padre Wilson Roberto e os moradores do jardim Abaeté. Assim ficou agendado para o dia trinta do mês de agosto de dois mil e cinco às vinte horas na residência da Sra. Rosa de Cássia e seu esposo Sr. José Moreira na rua Gentil Carrara, nº 121 , no jardim Abaeté (Secretariado Claudio Tadeu Tirolla).

Ata da formação da comunidade de Santa Filomena aos trinta dias do mês de agosto de dois mil e cinco na residência da Sra. Rosa de Cássia e Sr. José Moreira, a Rua Gentil Carrara, n º 121, no jardim Abaeté – Sorocaba/SP, foi realizada a primeira reunião com finalidade de formação da comunidade que teria o nome da Virgem e Mártir Santa Filomena, com a presença do Padre Wilson Roberto da Silva, da matriz São José Oprário de Vila Progresso em Sorocaba/SP; os moradores do jardim Abaeté presentes: Sra. Rosa de Cássia e José Moreira, a Sra. Rosa Piovani, o Sr. Antonio Dias Catelhano e Sra. Edna Dias Castelhano, com seu filho Sr. Sandro Castelhano e a esposa Sra. Vanessa Castelhano, Sra. Rosa e Sr. Manoel, Sr. Edison G. Santanna e esposa Sra. Diva D. L. Santanna, Sr. Edson Carpim Sala e esposa Maria Suzana Carpim, Sr. Cazuza M. de Oliveira e esposa Sra. Eliana Aparecida P. de Oliveira. Com início às vinte horas, o Padre Wilson Roberto agradeceu a presença de todos e iniciou o processo de formação da nova comunidade, o local onde seriam realizadas as celebrações e reuniões. Ficou decidido que seria no salão ao lado da residência da Sra. Rosa de Cássia e Sr. José Moreira que gentilmente cedeu o Salão e mais três cômodos no fundo de sua residência até que se construa a Igreja. A primeira missa realizada foi no dia dois de outubro de dois mil e cinco. Ficando também determinado na reunião que todas sextas-feiras às dezenove horas e trintas minutos e todo dia dez de cada mês seria realizada missas dedicada a Santa Filomena. O Padre Wilson Roberto nomeou aos Sr. Antonio Carlos Castelhano e Sra. Edna Dias Castelhano como coordenadores geral e financeiro da Comunidade Santa Filomena.

 

Doações da Família Piovani

 

No início da comunidade, quando necessitávamos ter a imagem da Santa em nossa Igreja, recebemos do Sr. Vitório Luiz Piovani e de sua mãe Rosa Piovani (a qual é muito querida e participou muito da comunidade, mas já está na casa do Pai) a doação da mesma, à qual na primeira missa festiva no dia 10/08/2007, essa pessoa a qual fez a doação entrou com mais seus três irmãos levando a Santa até seu devido lugar.

Seu outro irmão Silvio Piovani doou o primeiro ostensório para a Comunidade. Dentre, essas doações, tem uma doação da família Piovani que a Comunidade jamais vai esquecer que é do Casal José Moreira e Rosa de Cássia Piovani e família, a doação do salão a qual demos o início a toda história de nossa Comunidade .

Sobre o autor Visualizar todos os posts

suporte

Deixar uma resposta

Seu e-mail não será publicado *

Translate »